Janeiro 22 | Casa das Artes

⏪ REWIND 2021 ⏪

Novo ano, filmes do velho ano.

Abrimos 2022 com cinco filmes, que por alguma razão, não foram incluídos nos nossos ciclos temáticos de 2021 e que refletem o ano cinematográfico que passou. Alguns deles se debruçam sobre a temática das relações, sobre como estamos a transformar ou a perder a nossa ligação, alguns sobre as novas tecnologias e meios de difusão de informação e outros simplesmente sobre a complexidade das emoções e vínculos que criamos ao longo das nossas vidas.

Abrimos no dia 13 de Janeiro com o filme vencedor da Palma de Ouro do Festival de Cannes 2021, Titane. O filme de Julia Ducournau conta a história de Alexia, que após sofrer um acidente de viação em criança, passou a viver com uma placa de titânio na cabeça. No sábado, exibimos o filme vencedor do Urso de Ouro em Berlim Má Sorte no Sexo ou Porno Acidental sobre Emi, uma  professora que vê a sua carreira e reputação ameaçadas depois de uma ‘sex tape’ pessoal ir parar acidentalmente à Internet.

Na semana seguinte, exibimos o filme português A Metamorfose dos Pássaros realizado por Catarina Vasconcelos. Este misto entre documentário e ficção , vencedor Prémio da Crítica Internacional do Festival de Berlim , tem como ponto de partida da história da família da realizadora, com especial foco na sua avó paterna, que nunca chegou a conhecer, e na própria mãe. Sábado, o filme de Bruno Dumont, France, é exibido. A personagem principal France de Meurs é uma célebre jornalista que se desdobra entre a televisão, uma guerra distante e o frenesim da sua vida familiar. Filme nomeado à Palma de Ouro de Cannes.

A fechar este ciclo exibimos o filme mais recente de Nanni Moretti: 3 Andares. Conta a história de três famílias que vivem num prédio de 3 andares num bairro de Roma. Durante 10 anos, as vidas de cada família são determinadas por eventos que obrigam as personagens a lidar com situações dolorosas, difíceis e desconfortáveis. 

Durante a última semana e a ocupar a nossa última sessão teremos o Festival IndieJúnior que regressa à Casa das Artes pela quarta vez.

Não percam 2022. Há muito para ver!


Quinta-feira, 13 de Janeiro | 21h30

TITANE

Julia Ducournau

2021 | FRANÇA | FIC | 108’ | M/16

Combinando terror e “body horror”, um filme que a realizadora Julia Ducournau descreve deste modo: “para dar a ‘Titane’ a sua forma definitiva, concentrei-me na ideia de que através de uma mentira, podes dar vida ao amor e à humanidade. Quis fazer um filme que, pela sua violência, pudesse parecer ‘desagradável’ a princípio, mas que depois nos levasse a apegar-nos às personagens e, em última análise, a receber o filme como uma história de amor. Ou melhor, uma história sobre o nascimento do amor”.

Com “Titane”, Julia Ducournau recebeu a Palma de Ouro no Festival de Cinema de Cannes. 

Sábado, 15 de janeiro | 18h00

MÁ SORTE NO SEXO OU PORNO ACIDENTAL

BABARDEALA CU BUCLUC SAU PORNO BALAMUC

Radu Jude

2021 | RO/LX / CZ/ CRO/SU/ GB | FIC | 106’

A professora Emi vê a sua carreira e reputação ameaçadas depois de uma ‘sex tape’ pessoal ir parar acidentalmente à Internet. Forçada a enfrentar os pais dos seus alunos que exigem a sua demissão, Emi recusa-se a ceder à pressão.

Com este filme, que venceu o Urso de Ouro em Berlim, Radu Jude materializa uma sátira social não convencional, incendiária, com humor irreverente e comentários mordazes sobre a hipocrisia e preconceito na sociedade atual.

Quinta-feira, 20 de Janeiro | 21h30

A METAMORFOSE DOS PÁSSAROS

Catarina Vasconcelos

PORTUGAL | 2020 | DOC/FIC | 101’ | M/12

Beatriz e Henrique casaram no dia em que ela fez 21 anos. Henrique, oficial de marinha, passava largas temporadas no mar. Em terra, Beatriz, que aprendeu tudo com a verticalidade das plantas, cuidou das raízes dos 6 filhos. O filho mais velho, Jacinto, é meu pai e sonhava poder um dia ser pássaro. Um dia, subitamente, Beatriz morre. A minha mãe não morreu subitamente, mas morreu quando eu tinha 17 anos. Nesse dia, eu e o meu pai encontramo-nos na perda da mãe e a nossa relação deixou de ser só a de pai e filha.

Sábado, 22 de janeiro | 18h00

FRANCE

Bruno Dumont

FR/AL/IT/BG | 2021 | FIC | 134’ | M/14

Um dos filmes sensação da Seleção Oficial em Competição do Festival de Cannes, France oscila entre a sátira política, a crítica aos media e o melodrama, apresentando-nos o retrato de uma jornalista, de um país e dos seus meios de comunicação. France de Meurs – cujo nome não foi escolhido ao acaso – é uma célebre jornalista que se desdobra entre a televisão, uma guerra distante e o frenesim da sua vida familiar.  Após um acidente de viação, do qual resulta um ferido, France vê o seu mundo abalado e tenta refazer a vida de forma anónima, mas a fama dificulta-lhe a prossecução desse plano. Bruno Dumont tece uma crítica mordaz ao meio jornalístico, no seio do qual tudo parece fielmente apresentado, mas onde o real é, na verdade, encenado e reconstruído, constituindo-se como o resultado de uma sociedade do espetáculo e do sensacionalismo, na qual o imediato assume o papel principal.  

Quinta-feira, 27 de janeiro | 21h30

3 ANDARES

TRE PIANI

Nanni Moretti

FR/IT | 2021 | FIC | 121’ | M/12

Três famílias vivem num prédio de 3 andares num bairro de Roma. Durante 10 anos, as vidas de cada família são determinadas por acontecimentos que obrigam as personagens a lidar com situações dolorosas. As escolhas que cada um faz vão determinar o curso da sua existência.

Sala Henrique Alves Costa – Rua Ruben A, 210, 4150-639, Porto

bilhete normal: 3,5€

bilhete estudante / +65 anos: 2,5€

bilhete sócio CCP: 0,5€

A bilheteira abre meia-hora antes de cada sessão.

Não se fazem reservas. Não há multibanco.