Casa das Artes | Maio’19

CINEMA NA CASA DAS ARTES

ABRI

MAIO

GOLDEN AGE

No mês de Maio, dedicamos a nossa programação a histórias protagonizadas por homens e mulheres com alguma idade.

Abrimos no dia 2 com o filme de David Lynch, “Uma História Simples” de 1999 sobre Alvin, que após de 10 anos sem falar com o irmão, decide ir visita-lo, no seu corta-relvas. Nessa mesma semana, no sábado, dia 4, recebemos o último filme de Paulo Rocha, numa espécie de prologo da sua história com argumento de Regina Guimarães que estará presente para apresentar a sessão.

Na semana seguinte recebemos duas lendas do cinema americano. No dia 9, “The Mule”, o mais recente filme de Clint Eastwood que também é o protagonista, algo que não acontecia desde “Gran Torino”.

” O cavalheiro com arma” é um filme de David Lowery e com Robert Redford sobre um ladrão de mais de 70 anos foge da cadeia e inicia uma série de assaltos na California. Foi noticiado como o último filme de Robert Redford.

No dia 16, recebemos o filme de Yorgos Lathimos “A Favorita” sobre uma frágil Rainha Anne. No dia 18, temos um dos maiores filmes do neo-realismo italiano Umberto D. de Vittorio de Sica sobre um reformado e as dificuldades que tem em sobreviver em Roma.

Na semana de 21 a 25 recebemos o festival KINO, numa parceria com o Goethe Institut.

A fechar a nossa programação, um dos melhores filmes de John Cassavetes, “Opening Night” com Gena Rowlands, a parceira do realizador, sobre uma atriz de meia-idade, que por causa de um evento traumático, tem que se confrontar consigo mesma.

CCP_2019-05_Cartaz_PRINT

Quinta-feira, 2 maio – 21h30

UMA HISTÓRIA SIMPLES

THE STRAIGHT STORY

David Lynch

EUA/ FR/GB | 1999 | FIC | 111’ | M/12

Aos 73 anos, Alvin Straight (Richard Farnsworth) recebe um telefonema que o põe a par do delicado estado de saúde do seu irmão. Há mais de dez anos que Alvin e Lyle (Harry Dean Stanton) estão de relações cortadas. As últimas palavras que dirigiram um ao outro na altura foram ditas no calor de uma terrível discussão e, desde aquele momento, as centenas de quilómetros que os separavam tornaram-se ainda maiores. A fraqueza nas pernas obriga Alvin a apoiar-se em canadianas para andar e a falta de vista não lhe permite ter a carta de condução. Mas, apesar disso, liga a sua máquina de cortar relva e faz-se à estrada, ao encontro de Lyle. O longo caminho vai permitir-lhe conhecer personagens muito interessantes…

PÚBLICO

Sábado, 4 maio | 18h00

SE EU FOSSE LADRÃO, ROUBAVA

Paulo Rocha

PT | 2012 | FIC | 100’ | M/12

filme apresentado por Regina Guimarães

Partindo da memória familiar e da sua obra cinematográfica, Paulo Rocha revisita as suas origens e as referências mais marcantes da sua vida. Para isso, evoca a infância e juventude do pai, em particular o sonho de emigrar para o Brasil, para onde acabou por partir em 1909. Este tema familiar cruza-se constantemente com os seus filmes, algo que o leva a reflectir sobre a sua própria necessidade de partir.
Estreado no festival de cinema de Locarno (Suíça), “Se Eu Fosse Ladrão… Roubava” é o último filme de Paulo Rocha (que faleceu em Dezembro de 2012, com 77 anos). O argumento e diálogos são de Regina Guimarães.

Quinta-feira, 9 maio| 21h30

CORREIO DE DROGA

THE MULE

Clint Eastwood

EUA | 2018 | FIC | 116’ | M/14

Eastwood protagoniza Earl Stone, um octogenário que se encontra falido e sozinho. Na sequência do processo de falência da sua empresa, propõem-lhe um trabalho que lhe exige simplesmente que conduza. Parece uma tarefa fácil, mas sem que se aperceba, Earl vê-se contratado por um cartel de droga mexicano. Graças à sua eficiência, aumentam-lhe o carregamento e põem-no ao serviço de um traficante. No entanto, este não é o único a vigiar Earl: o misterioso novo correio atraiu as atenções do ambicioso Colin Bates, um agente da DEA. E embora Earl deixe de ter problemas de dinheiro, os erros do passado começam a pesar-lhe e é duvidoso que ele tenha tempo de corrigir o mal que fez antes que as autoridades ou os agentes fiscalizadores do cartel lhe deitem a mão. “Correio da Droga” assinala a primeira vez que Eastwood – já vencedor de um Óscar – se coloca tanto à frente como atrás da câmara, desde que em 2009 estrou no aclamadíssimo “Gran Torino”.

Sábado, 11 maio | 18h00

O CAVALHEIRO COM ARMA
THE OLD MAN & THE GUN

David Lowery

EUA | 2018 | FIC | 93’ | M/12

Inspirado na história verídica de Forrest Tucker (Vencedor do ÓSCAR® Robert Redford). Considerado o ladrão mais simpático de sempre, Forrest escapou audaciosamente da prisão de San Quentin aos 70 anos de idade, e empreendeu depois uma série de assaltos sem precedentes que baralharam as autoridades e encantaram o público. Envolvidos na perseguição estão os detetives John Hunt (Vencedor do ÓSCAR® Casey Affleck), que fica fascinado com o empenho de Forrest no seu ofício, e uma mulher que o ama apesar da profissão que ele escolheu (Vencedora do ÓSCAR® Sissy Spacek). O filme conta ainda com as interpretações de Danny Glover e Tom Waits.

Quinta-feira, 16 maio | 21h30

A FAVORITA

THE FAVOURITE

Yorgos Lanthimos

GB/EUA/IRL | 2018 | FIC | 119’ | M/16

Início do século XVIII. Inglaterra está em guerra com França. No entanto, as corridas de patos continuam a prosperar e comem-se ananases ostensivamente. Uma frágil rainha Anne (Olivia Colman) ocupa o trono e a sua amiga mais próxima, Lady Sarah (Rachel Weisz),governa o país por ela e ao mesmo tempo cuida da saúde precária de Anne e gere o seu temperamento imprevisível. Quando anova criada Abigail (Emma Stone) chega, o seu charme conquista Sarah. Sarah leva Abigail sob a sua asa e Abigail vê uma oportunidade de voltar às suas raízes aristocráticas. Como a guerra acaba por consumir bastante o tempo deSarah, Abigail entra em cena subtilmente para assumir o papel de dama de companhia da rainha. Esta ascendente amizade dá-lhe assim a hipótese de cumprir as suas ambições, não deixando nenhuma mulher, homem, política ou coelho ficar no seu caminho.

Sábado, 18 maio| 18h00

UMBERTO D.

Vittorio de Sica

IT | 1951 | FIC | 85’ | M/12

Com “Ladri di Biciclette” e “Sciuscià”, “Umberto D.” completa a trilogia “neorealista” de De Sica, sobre a qual assenta o seu renome como realizador. Mas esta história de um modesto reformado que corre o risco de perder a casa onde vive, também é o filme em que surgem elementos sentimentais e lacrimejantes que começam a afastar o neorealismo italiano da dureza das suas primeiras obras. Mas – surpreendentemente ou não – era também o filme favorito de Ingmar Bergman.

DE TERÇA 21 MAIO A SÁBADO 25 MAIO

FESTIVAL KINO

kino

 

Quinta-feira, 30 maio | 21h30

NOITE DE ESTREIA

OPENING NIGHT

John Cassavetes

EUA | 1977 | FIC | 143’| M/16

Possivelmente um dos melhores filmes de sempre sobre o mundo do teatro, com Gena Rowlands numa das suas criações maiores, no papel de uma actriz de meia-idade que cai numa depressão nervosa quando uma admiradora é atropelada mortalmente junto dela no final de uma estreia. Reflexão sobre “a comédia e a vida”, noutro dos filmes fundamentais de Cassavetes.

Texto: Cinemateca Portuguesa

 

 

 

 

 

 

Bilhete Normal: €3.50 | Bilhete Estudante e +65anos: € 2.50 | Bilhete Associado CCP: €0.50 | Bilhete Escultura (nascidos em 2000): gratuito

nao temos mb

A bilheteira abre 30 minutos antes de cada sessão.

Sala Henrique Alves Costa | Casa das Artes | Rua Ruben A, 210, Porto