Portuguese Enigma – Spell Reel

PORTUGUESE ENIGMA é um programa internacional concebido pelo Clube Português de Cinematografia – Cineclube do Porto, o mais antigo Cineclube Português em atividade. Com este programa pretendemos fazer chegar o recente cinema português a um público internacional mais amplo.

O mundo do audiovisual é complexo, sempre crescendo e se movendo. Esta secção segue o caminho dos cineastas portugueses que se encontram no estrangeiro para que as suas criações sejam trazidas à vida. Pontes são construídas, desenvolvendo uma relação cinematográfica entre os diferentes territórios.

No âmbito do Workshop Socialismo e descolonização nas antigas colónias portuguesas, promovido pelo Instituto Camões na Roménia, exibiremos o filme Spell Reel de Filipa César, que fez parte do programa Portuguese Abroad, exibido durante o BEAST – Festival Internacional de Cinema em Setembro de 2018.

O filme será exibido dia 15 de Novembro, às 18h00, no Centre Regional Francophone de Recherches Avancées en Sciences Sociales (CEREFREA Villa Noel), Bucareste, Roménia. A entrada é livre.

PORTUGUESE ENIGMA is an international program envisioned by Clube Português de Cinematografia – Cineclube do Porto the oldest active Portuguese Film Society. With this program we intend to bring recent Portuguese cinema to a wider international public.

The world of the audio-visual is complex, always growing and moving. This section follows the path of the Portuguese film directors who find themselves abroad for their creations to be brought to life. Bridges are built, developing a cinematic relationship between the different territories.

As part of the workshop Socialism Decolonization on ancient Portuguese Colonies, promoted by the Camões Institute at Romania, we will exhibit Spell Reel by Filipa César, that took part of the PORTUGUESE ABROAD program screened during BEAST – International Film Festival in September 2018.

The movie will be exhibited on the 15th November at 18h00, at the Centre Regional Francophone of Recherches Avancées en Sciences Sociales (CEREFREA Villa Noel), Bucareste, Romania. Free entrance.

spell_reel_01n_cc.jpg

SPEEL REEL, Filipa César

PORTUGAL, GERMANY, FRANCE, GUINEA BISSAU | 2017 | DOC. | 96’ | SUB. PT/EN

Sinopse /Synopsis

Um arquivo audiovisual da Guiné-Bissau. À beira da ruína, as imagens testemunham o nascimento do cinema guineense enquanto parte da visão descolonizadora de Amílcar Cabral, líder da libertação, assassinado em 1973. Em colaboração com as realizadores guineenses: Sana na N’Hada e Flora Gomes, bem como com outros aliados, Filipa César imagina uma viagem em que este frágil tema do passado funciona como o olhar por um prisma estilhaçado. Digitalizado em Berlim e exibido em várias localizações – que viria a parecer-se com um cinema itinerante transnacional – o arquivo convoca debates, narrações e previsões. Da projeção em aldeias isoladas da Guiné-Bissau até às capitais europeias, as bobinas silenciosas são agora um lugar em que as pessoas podem procurar um antídoto para o mundo em crise.

An archive of film and audio material in Bissau. On the verge of complete ruin, the footage testifies to the birth of Guinean cinema as part of the decolonising vision of Amílcar Cabral, the liberation leader who was assassinated in 1973. In collaboration with the Guinean filmmakers Sana na N’Hada and Flora Gomes, as well as many allies, Filipa César imagines a journey where in this fragile matter from the past operates as a visionary prism of shrapnel, with which to look through. Digitised in Berlin and screened at various locations – in what would come to resemble a transnational itinerant cinema – the archive convokes debates, storytelling and forecasts. From their screening in isolated villages in Guinea-Bissau to European capitals, the silent reels are now a place from which people may search for antidotes to a world in crisis.

 

Realizadora / Director

Nascida em 1975 no Porto, Portugal. Artista e realizadora de cinema a viver em Berlim. O seu trabalho foca-se na porosa fronteiras entre imagem em movimento e a sua recepção, na dimensão ficcional dos documentários, na economia, nas políticas, e nas poéticas inerentes à praxis cinematográfica. O trabalho de Filipa César é largamente exibido a solo ou em exposições de grupo, bienais e festivais.

Born in 1975 in Porto, Portugal. She is an artist and filmmaker based in Berlin. In her work she is interested in the porous boundaries between the moving image and its reception, the fictional dimensions of the documentary, and the economies, politics, and poetics inherent to cinema praxis. The work of Filipa César is widely shown in solo and group exhibitions, biennials, and festivals.

 

Anúncios