Julho 2017 – Casa das Artes

CINEMA NA CASA DAS ARTES

SALA HENRIQUE ALVES COSTA

Julho 2017

CCP_07-2017_Cartaz_PRINT

Comunidade

Para o mês de Julho temos como tema: Comunidade.

9 filmes que falam das mais variadas maneiras da vida em comunidade, das relações que se criam entre vizinhos, famílias, pessoas de todos os credos e raças e todos os problemas e situações que se podem gerar com as diferentes sensibilidades das várias personalidades,

Abrimos o mês com o filme de Thomas Winterberg “A COMUNA” um filme que retrata a experiência mais literal de comunidade. Logo a seguir, no dia 6, recebemos o realizador Pedro Magano e o seu documentário ” IRMÃOS” que nos fala de uma tradição açoriana com mais de 500 anos onde um grupo de homens caminha partilhando uma fé que transcende gerações.

Destacamos também “DO THE RIGHT THING” de Spike Lee, polémico realizador que retrata no que se tornou um objecto de estudo social, as tensões raciais de uma América “mulitcultural”, e o documentário de Jafar Panahi, “TAXI” que continua a inovar nas maneiras de contar histórias e de estudar a sociedade que o rodeia.Exibiremos finalmente “AQUARIUS“, o aclamado filme de Kleber Mendonça Filho de quem já exibimos “Som ao Redor” em 2014.

Não percam Julho. Há muito para ver.

FRAMES2

Sábado, 01 de julho | 18h00

A COMUNA

KOLLEKTIVET

Thomas Vinterberg

DINAMARCA | 2016 | FIC | 111′ | M/12

Na década de 1970, Erik e Anna são um casal com um sonho: juntos com a sua filha Freja montam uma comuna no enorme casarão de Erik, no bairro mais chique de Copenhaga. Com a família no centro da história, somos convidados a entrar no sonho de uma verdadeira comunidade; participamos nas reuniões domésticas, nos jantares e nas festas. É amizade, amor e a vida em conjunto debaixo do mesmo tecto, até que um devastador caso de amor sujeita a comuna ao seu maior teste.

Quinta-feira, 6 de julho | 21h30

IRMÃOS

Pedro Magano

PORTUGAL | 2015 |DOC | 71′ | M/12


Centenas de homens e crianças caminham, alinhados, pelas estradas e pelos trilhos da Ilha de São Miguel, nos Açores, um lugar sagrado onde a natureza e a fé se conjugam. Rezam por eles, pelos seus e por quem encontram pelo caminho onde vão colecionando as suas preces. Levam mais de 200 quilómetros nos pés e outros tantos de cansaço, de lágrimas, de alegria, de esperança. Um ritual único de partilha, que acontece há mais de 500 anos.

Sábado, 08 de julho | 18h00

HISTÓRIAS DE BAIRRO

ASPHALTE

Samuel Benchetrit

FRANÇA | 2016 | FIC | 100′ | M/12

Um prédio numa cidade. Um elevador avariado. Três encontros. Seis personagens. Será que Sternkowtiz abandona a sua cadeira de rodas para encontrar o amor de uma enfermeira da noite? Conseguirá Charly, adolescente negligenciado, fazer reviver um papel a Jeanne Meyer, actriz dos anos 80? E que acontecerá a John McKenzie, astronauta caído do céu e recolhido pela Senhora Hamida?

Quinta-feira, 13 de julho | 21h30

DO THE RIGHT THING

Spike Lee

EUA | 1989 | FIC | 120′ | M/12

Este forte retrato de tensão racial urbana provocou controvérsia onde quer que tenha sido exibido, ao mesmo tempo que foi louvado tanto pela crítica como pelo público. O dia mais quente do ano e um dia explosivo na vida de Bedford-Stuyvesant, Brooklyn. A comunidade nunca mais será a mesma. Um elenco verdadeiramente cintilante, incluindo Samuel L. Jackson, Rosie Perez, John Turturro, entre outros num dos filmes que marca a carreira de Spike Lee.

Sábado, 15 julho | 18h00

TAXI de Jafar Panahi

Jafar Panahi

IRÃO | 2015 |DOC | 82′ | M/12

Um táxi circula pelas ruas coloridas e vibrantes de Teerão. Vários passageiros entram no táxi e vão falando ingenuamente sobre as suas opiniões com o taxista, que é o próprio realizador Jafar Panahi. A câmara colocada no seu estúdio móvel permite capturar o espírito da sociedade Iraniana através desta viagem divertida e dramática.

Quinta-feira , 20 julho | 21h30

AQUARIUS

Kleber Mendonça Filho

BRASIL /FRANÇA| 2016 | FIC | 145′ | M/16

Clara, uma viúva de 65 anos, crítica de música reformada, nasceu numa família rica e tradicional no Recife, Brasil. Ela é a última residente do Aquarius, um edifício construído nos anos 40, na zona cara junto ao mar da Avenida Boa Viagem, Recife. Todos os apartamentos vizinhos já foram adquiridos pela empresa que apresentou projectos para construir um novo empreendimento. Clara jura que só sairá dali morta e entra numa guerra fria com a empresa, num confronto obscuro, assustador e emocionalmente desgastante. Esta tensão não só perturba Clara como torna as suas rotinas exasperantes, levando-a a reflectir sobre si e aqueles que ama, o seu passado e o seu futuro.

Sábado, 22 julho | 18h00

UM HOMEM CHAMADO OVE

EN MAN SOM HETER OVE

Hannes Holm

SUÉCIA | 2016 | FIC | 116′ | M/12

Baseado no best-seller internacional de Fredrik Backman e nomeado para Óscar de Melhor Filme Estrangeiro. Ove é a personificação do velho zangado que habita ao nosso lado. Reformado isolado com princípios rígidos e temperamento explosivo, passa o dia a zelar por regras do condomínio só importantes para ele e visita todos os dias a campa da mulher. Ove desistiu de viver. É então que chega ao bairro uma turbulenta e jovem família horrivelmente simpática. Continuamente importunado, Ove deixa de ter um momento de sossego. Pior: à força dos novos encontros e de amizades improváveis, pode bem dar-se que venha a retomar o gosto pela vida…

Quinta-feira, 27 Julho | 21h30

LOVE IS STRANGE – O AMOR É UMA COISA ESTRANHA

Ira Sachs

EUA | 2014 |FIC | 94′ | M/12

Após 39 anos juntos, Ben e George decidem dar o nó numa conservatória do registo civil em Manhattan, na sequência da aprovação da lei que permite o casamento entre homossexuais. No regresso da lua-de-mel, Ben é despedido do seu emprego de longa data como maestro de coro numa escola católica mista, por causa dos votos de casamento. Sem economias, o casal percebe que não tem condições para continuar a pagar o seu pequeno apartamento em Chelsea. Poucos dias depois de se juntarem para celebrar as núpcias, família e amigos têm agora de se reunir para descobrir como ajudar os dois amigos.

Sábado, 29 julho | 18h00

O GRANDE FÚSI

VIRGIN MOUTAIN

Dagur Kári

ISLANDIA/DINAMARCA | 2015 | FIC | 94′ | M/12

Fúsi está na casa dos quarenta e ainda lhe falta coragem para entrar no mundo dos adultos. Vive o quotidiano, em que a rotina é fulcral, como um sonâmbulo. Quando uma mulher fervilhante e uma rapariga de 8 anos entram na sua vida inesperadamente, é forçado a dar um salto.

Bilhete Normal: €3.50 | Bilhete Estudante e +65anos: € 2.50 | Bilhete Associado Cineclube do Porto: €0.50
A bilheteira abre 30 minutos antes de cada sessão.
ccp@cineclubedoporto.pt | facebook.com/cineclubedoporto | cineclubedoporto.wordpress.com
Casa das Artes – Sala Henrique Alves Costa | Rua de Ruben A. 210, 4150-639 Porto | T. 220 116 350
culturanorte.pt |casadasartes.pt | facebook.com/casadasartesporto
Anúncios