CASA DAS ARTES | JANEIRO 2016

JANEIRO

OS LIMITES DO TRABALHO

 

CCP_01-2016_Cartaz

quinta-feira, 7 janeiro, 21h30

FOX FIRE –  RAPOSAS DE FOGO

Laurent Cantet
FRANÇA/CANADÁ | 2012 | fic | 143′
Estado de Nova Iorque, 1953, um bairro de operários numa pequena cidade. Numa cultura pós-guerra violenta e controlada pelos homens, um grupo de raparigas adolescentes forma uma irmandade de sangue: as Raposas de Fogo. Uma sociedade secreta, um gangue feminino, com uma chama tatuada no ombro de todos os membros.
Pernas, Maddy, Lana, Rita e Goldie não aceitam mais ser humilhadas e descriminadas por serem pobres e por serem raparigas. Lideradas pela intrépida Pernas, as raparigas procuram vingança e tentam alcançar o seu sonho utópico: viverem de acordo com as suas regras e leis. Mas há um preço a pagar…
Uma adaptação do romance premiado homónimo de Joyce Carol Oates. 

Sábado, 9 janeiro, 18h

DOIS DIAS, UMA NOITE

DEUX JOURS, UNE NUIT
Luc e Jean-Pierre Dardenne
FR/ BEL/ IT | 2014 | FIC | 95′
Sandra, empregada numa empresa de painéis solares, volta ao trabalho depois de uma baixa médica prolongada. O patrão, que na sua ausência foi obrigado a redistribuir o trabalho pelos restantes empregados, deixa-os com um dilema: podem escolher entre o regresso de Sandra ou um bónus pelas tarefas extra que fizeram durante esse período. Essa decisão será levada a votação e terá de ser tomada até segunda-feira de manhã. Desesperada por manter o emprego, Sandra sabe que tem o fim-de-semana para convencer os colegas a votar em seu favor. Assim, ajudada por Manu, o marido, ela vai de porta em porta, repetindo o discurso, de modo a despertar nos outros a compaixão de que tanto necessita para manter o emprego e, simultaneamente, não perder a esperança na generosidade humana.
Com realização e argumento dos irmãos belgas Jean-Pierre e Luc Dardenne (“Rosetta”, “O Silêncio de Lorna” ou “O Miúdo da Bicicleta”), uma história dramática sobre solidariedade, que conta com Marion Cotillard e Fabrizio Rongione como protagonistas.

 

Quinta-feira, 14 janeiro, 21h30

RECORDAÇÕES

STARDUST MEMORIES
Woddy Allen
EUA | 1980 | 89′
Sandy Bates (Woody Allen) é um realizador que luta por mudar de caminho, após ganhar a fama como realizador de comédias. Tal leva-o ao conflito com os seus produtores, que não compreendem a sua necessidade de se tornar sério e negro, acusando-o de pretensiosismo.
Quando é convidado a participar num festival em sua homenagem no hotel Stardust, Sandy, faz uma análise da sua carreira, da sua vida sentimental, e daquilo que é importante para si. Através dessa análise, das experiências vividas no hotel, e do contacto com fãs, organizadores, e toda uma legião de pessoas que circula à sua volta, Sandy vai tentar encontrar um novo equilíbrio e motivação para os seus filmes seguintes.

 

 

 

Sábado, 16 janeiro, 18h

TRABALHO DE ACTRIZ, TRABALHO DE ACTOR

João Canijo
PORTUGAL | 2011 | DOC | 84′
Ao longo de um ano de trabalho, um grupo de dez actores e um realizador de cinema vão trabalhar em conjunto na criação das personagens e da estrutura do argumento do que virá a ser um novo filme. Em longas sessões de discussão, e depois de ensaios e sucessivas repetições, as cenas mais importantes dessa narrativa vão sendo desenvolvidas, até chegarem à sua forma definitiva, no filme que resultará deste trabalho.

Quinta-feira, 21 janeiro, 21h30

CÃES ERRANTES

JIAO YOU
Tsai Ming-liang
TAILÂNDIA/JAPÃO | 2013 | FIC | 138′
Hsiao-Kang e os seus dois filhos sobrevivem em Taipei (Taiwan), entre a floresta e as ruas da cidade. Durante o dia, o pai gasta as horas a segurar painéis publicitários numa zona de apartamentos de luxo, num esforço para conseguir dinheiro suficiente para o sustento da família. Enquanto isso, as duas crianças percorrem os centros comerciais em busca de sobras de alimentos. Os filhos são a sua ligação com o mundo. Até que, numa noite de tempestade, Hsiao-Kang decide levá-los numa viagem de barco…
Um drama sobre o amor, a pobreza e a solidão, com assinatura do realizador malaio Tsai Ming Liang (“Os Rebeldes do Deus Neon”, “Vive L’Amour”, “O Rio”, “The Hole”, “O Sabor da Melancia”). “Cães Errantes” conta com mais uma variante de Hsiao-Kang, a personagem recorrente nos filmes de Tsai Ming Liang, sempre interpretada por Lee Kang Sheng (o actor-fetiche do realizador). Entre outras distinções, o filme recebeu o Grande Prémio do Júri no Festival de Veneza.

Sábado, 23 janeiro, 18h

QUE HORAS ELA VOLTA?

Anna Muylaert
BRASIL | 2015 | 112′
Val deixou a cidade de Pernambuco (Brasil), para ir trabalhar como empregada doméstica em São Paulo. Para se sustentar e poder enviar dinheiro, deixou Jéssica, a filha ainda pequena, para ser criada com os avós. Durante 13 longos anos, ela vive afastada da família, dedicando-se totalmente a educar e criar Fabinho, o filho dos patrões. É então que Jéssica, já quase mulher, lhe pede para ir para São Paulo para fazer os exames para ingressar na universidade. Os patrões de Val, contentes com a notícia, insistem para que a rapariga fique em sua casa. Porém, a chegada dela vem pôr em risco o equilíbrio que até aí existiu entre a submissão cega da empregada e o poder do dinheiro…
Um filme dramático sobre a diferença de classes no Brasil que conta com realização e argumento da brasileira Anna Muylaert (“É Proibido Fumar”, “Chamada a Cobrar”).

Quinta-feira, 28 janeiro, 21h30

O LOBO DE WALL STREET

THE WOLF OF WALL STREET

Martin Scorsese
EUA | 2013 | FIC | 163′
Jordan Belfort (Leonardo DiCaprio) é um jovem que procura em Nova Iorque a concretização do seu sonho de sucesso. Consegue trabalho numa empresa cotada em bolsa, mas o “crash” da “segunda-feira negra” fá-lo perder o emprego e obriga-o a reajustar os planos… Juntamente com um amigo, decide abrir a sua própria firma, a Stratton Oakmont, que vai funcionar como plataforma para a sua ambição tão desmedida quanto certeira. O alvo? Os investidores de Wall Street. Rodeado de uma “matilha” sedenta, o carismático e persuasivo corretor envereda por todo o tipo de esquemas, legais ou não, que alimentem a sôfrega espiral de poder, dinheiro, droga, ganância, sexo, corrupção e excessos em que se transforma a sua vida. Por mais milhões que acumule, nunca são suficientes. Belfort quer sempre mais. É insaciável. É por isso que é conhecido como “o lobo”. Mas até um predador astuto pode ser apanhado…
Realizado por Martin Scorsese (“Taxi Driver”, “Tudo Bons Rapazes”, “Gangs de Nova Iorque”, “Entre Inimigos”), e com argumento de Terrence Winter (responsável pelas séries “Os Sopranos” e “Boardwalk Empire”), o filme baseia-se na história verídica de Jordan Belfort, um corretor nova-iorquino que, na década de 90, construiu um império milionário à custa de fraudes de investimento e de lavagem de dinheiro. Acabaria por ser condenado, tendo cumprido 22 meses de pena. Além de Leonardo DiCaprio (que se associa a Scorsese pela quinta vez), o elenco inclui Matthew McConaughey, Jon Favreau, Spike Jonze, Rob Reiner e Jean Dujardin.

Sábado, 30 janeiro. 18H

AS VINHAS DA IRA

THE GRAPES OF WRATH
John Ford
EUA | 1940 | FIC | 129′
“As Vinhas da Ira” adapta o romance homónimo de John Steinbeck, vencedor do Pulitzer, sobre a odisseia dos oakies, os agricultores do Oklahoma arruinados pela desastrosa seca da década de 1930 e expulsos das suas terras pelos brancos, que buscam a Califórnia como a “terra prometida”. Uma das maiores interpretações de Henry Fonda no papel de Tom Joad, o novo Moisés que vai servir de guia e não poderá entrar nessa terra. Jane Darwell, arquétipo das mães fordianas, ganhou também um Óscar.

 

Bilhete Normal: €3.50 | Bilhete Estudante e +65anos: € 2.50 | Bilhete Associado Cineclube do Porto: €0.50
A bilheteira abre 30 minutos antes de cada sessão.
Clube Português de Cinematografia – Cineclube do Porto | T. 927 476 519
ccp@cineclubedoporto.pt | facebook.com/cineclubedoporto | cineclubedoporto.wordpress.com
Casa das Artes – Sala Henrique Alves Costa | Rua de Ruben A. 210, 4150-639 Porto | T. 220 116 350
culturanorte.pt |casadasartes.pt | facebook.com/casadasartesporto
Anúncios