JULHO 2015 | CASA DAS ARTES

JULHO 2015

VAI E VEM

Lembrem-se sempre que todos nós, eu e vocês especialmente,

descendemos de imigrantes e revolucionários”

Frankin D. Roosevelt

POSTERS MES

Quinta-feira, 02 de julho| 21h30


A EMIGRANTE

THE IMMIGRANT

James Gray

EUA | 2013 | FIC | 120′ | M/12

Deixando para trás a sua Polónia natal, as irmãs Magda (Angela Sarafyan) e Ewa (Marion Cotillard) chegam a Nova Iorque, em 1921, em busca do sonho americano. Porém, assim que desembarcam, são separadas. Magda, por estar doente, é colocada em quarentena. Ewa, por seu lado, é atirada para as ruas de Manhattan. Sozinha, indefesa e sem abrigo, rapidamente se torna vítima de Bruno (Joaquin Phoenix), um homem tão sedutor como manipulador, que a leva para o mundo da prostituição. Mas o rumo de Ewa vai alterar-se com a chegada de Orlando (Jeremy Renner), primo de Bruno, que ganha a vida com espectáculos de ilusionismo. É com a sua ajuda – e do seu amor – que Ewa ganha forças para se libertar daquele pesadelo. Mas os ciúmes de Bruno não vão facilitar-lhe a vida.

Um drama romântico do cineasta de culto James Gray (“Nós Controlamos a Noite”, “Duplo Amor”, “Little Odessa”), que regressa a dois dos temas que melhor conhece e mais tem explorado: o estilo de vida americano e a entrada de imigrantes no país (Gray é, ele próprio, descendente de uma família soviética que se mudou para os EUA). Além da realização, assina o argumento em parceria com Richard Menello.

Sábado, 04 de julho | 18h

programação de cinema inserida no PIC NIC DANÇANTE

Quinta-feira, 9 de julho | 21h30

A COR DO OCEANO

DIE FARBE DES OZEANS

Maggie Peren

ALE/FR/ESP | 2011 | FIC | 95′ | M/12

José trabalha na polícia de imigração das Ilhas Canárias, arquipélogo espanhol para onde fogem muitos refugiados africanos. Após anos a desempenhar a mesma função, o policia acredita que pode determinar o destino de quem se cruza no seu caminho. Ele será desafiado quando a turista alemã Nathalie resolve ajudar africanos naufragados que chegam à costa. Apesar dos protestos do marido, ela vai ajudar Zola, um congolês, a fugir das autoridades. Mas o refugiado e o seu filho Mamadou ainda vão enfrentar muitas dificuldades nas mãos de traficantes.

Esta sessão conta com o apoio do Goethe Institut

Sábado, 11 de julho | 18h

LE HAVRE

Aki Kaurismaki

FIN/FR/ALE | 2011 | FIC | 93′ | M/12

Marcel Marx, um antigo escritor e conhecido boémio, retirou-se para um exílio voluntário na cidade portuária de Le Havre, onde se sente mais próximo das pessoas ao servi-las na nobre, mas pouco lucrativa, profissão de engraxador de sapatos. Enterrou os sonhos de um interregno literário e vive feliz no triângulo formado pelo seu bar favorito, o seu trabalho e a sua mulher Arletty, quando o destino subitamente coloca no seu caminho um jovem refugiado africano, menor de idade.

Como Arletty adoece gravemente na mesma altura e fica de cama, Marcel terá mais uma vez de se erguer contra a fria barreira da indiferença humana com a única arma de que dispõe: o seu optimismo inato e a constante solidariedade dos vizinhos, mas contra ele tem a máquina cega do aparelho do estado, aqui representada pelo cerco policial que pouco a pouco se vai fechando em volta do jovem refugiado.

É tempo para Marcel polir os sapatos e arreganhar os dentes.

Quinta-feira, 16 de julho| 21h30

GANHAR A VIDA

João Canijo

PT | 2011 | FIC | 115′ | M/12

João Canijo dirige um drama que decorre nos arredores de Paris, no seio de uma comunidade portuguesa emigrante em França. Rita Blanco veste a pele de Cidália, uma mulher lutadora que vive com a sua família: o marido, a irmã e os dois filhos. Assim que conseguir juntar dinheiro suficiente, pensa regressar ao seu país de origem. Mas a morte de um dos filhos vai mudar tudo…

Sábado, 18 de julho | 18h

PARA ALÉM DO PARAÍSO

STRANGER THAN PARADISE

Jim Jarmush

EUA | 1984 | FIC | 87′ | M/12

“Road-movie” e filme culto de um cineasta independente, Jim Jarmusch, “Stranger Than Paradise” é o filme de uma chegada e de uma falsa partida e marcado por um estranho fatalismo, o que leva os personagens ao ponto de partida e de não retorno. “I Put a Spell on You”, a assombrada canção do recentemente falecido Screamin Jay Hawkins, é a banda-sonora dessa deriva.

Quinta-feira, 23 de julho | 21h30

UM ANO MUITO VIOLENTO

A MOST VIOLENT YEAR

J.C. Chandor

EUA | 2013 | FIC | 125′ | M/12

No ano de 1981 – que é, ainda hoje, considerado o mais violento da história da cidade de Nova Iorque – Abel Morales, um emigrante da América do Sul, e a sua mulher, Anna, lutam contra as adversidades nos difíceis bairros de Brooklyn, onde tentam fazer prosperar os seus negócios. Apesar do esforço para manterem a sua empresa de pé, eles vão ter de combater a corrupção, a violência e a decadência que dominam a sociedade e que ameaçam destruir o que construíram. Decidido a não se deixar corromper ou a seguir o caminho mais fácil, o casal vai enfrentar rivais capazes de tudo para conseguirem o lucro fácil. 

Sábado, 25 de julho | 18h

UM PROFETA

UN PROPHÈTE

Jacques Audiard

IT/FR| 2009 | FIC | 155′ | M/12

Malik El Djebena (Tahar Rahim), de 19 anos, é um pequeno delinquente que se vê condenado a seis anos numa prisão francesa. Árabe, analfabeto, de aparência frágil e desprotegida, Malik apenas pensa em sobreviver à violência de uma prisão dominada por César Luciani (Niels Arestrup), o líder de um poderoso gangue corso.

 Mas os seis anos de cativeiro transformarão Malik: através da criação de laços, negócios e traições com o resto dos encarcerados, o jovem vai construindo uma nova identidade – a de chefe de uma nova organização criminosa.
O filme de Jacques Audiard (“De Tanto Bater o Meu Coração Parou”, “Nos Meus Lábios” e “Um Herói Muito discreto”) ganhou o Grande Prémio do Júri do Festival de Cannes de 2009.

Quinta-feira, 30 de julho | 21h30

SEM ELA

Anna de Palma

PT | 2003 | FIC | 100′ | M/12

Aos 20 anos para Jo só existe um amor: a sua irmã gémea Fanfan. Durante as férias em Portugal, país dos seus pais, ela decide «ir viver a sua vida». De refresso a França, Jo sente-se terrivelmente só, abandonada, traída. E refugia-se numa nova amizade: Léonard, um néo-nazi.

Bilhete Normal: €3.50 | Bilhete Estudante e +65anos: 2.50 | Bilhete Associado Cineclube do Porto: €0.50

A bilheteira abre 30 minutos antes de cada sessão.

Clube Português de Cinematografia – Cineclube do Porto | T. 927 476 519

ccp@cineclubedoporto.pt | facebook.com/cineclubedoporto | cineclubedoporto.wordpress.com

Casa das Artes – Sala Henrique Alves Costa | Rua de Ruben A. 210, 4150-639 Porto | T. 220 116 350

culturanorte.pt |casadasartes.pt | facebook.com/casadasartesporto

Anúncios