LUX FILM PRIZE | CASA DAS ARTES | 24,25 E 26 ABRIL’15

LUX FILM PRIZE
SALA HENRIQUE ALVES COSTA – CASA DAS ARTES
24,25 E 26 ABRIL’15
21H/21H30*
cartaz_web
*As 3 sessões são às 21h30, antecedidas por um Porto de Honra às 21h.
Sexta-feira, 24 de abril | 21h30

SHUN LI E O POETA
IO SONO LI
Andrea Segre
FR/ IT | 2012 | FIC | 100′ | M/12

Shun Li (Zhao Tao) viajou desde a China em busca de uma vida melhor. Agora, a trabalhar numa fábrica em Itália, ela faz as contas à vida de modo a conseguir a legalização e dinheiro suficiente para trazer para junto de si o seu filho de oito anos. É então que é obrigada a mudar-se para Chioggia, uma vila perto de Veneza, para onde vai trabalhar como empregada de um modesto restaurante. É ali que vai conhecer Bepi (Rade Sherbedgia), um pescador sensível, de origem eslava, apaixonado por poesia. Entre eles surge uma cumplicidade inesperada e, apesar das idades e culturas tão díspares, as suas almas solitárias encontram refúgio uma na outra, fazendo nascer um amor profundo e verdadeiro. Porém, parece que nem todos os habitantes da cidade conseguem ver aquela relação com bons olhos e eles começam a sentir-se ostracizados por ambas as comunidades.Uma história de amor e amizade entre culturas, contada pelo documentarista Andrea Segre.

Sábado, 25 de abril |  21h30

ATTENBERG
Athina Rachel Tsangari
GRECIA | 2010 | FIC | 96′ | M/12

Marina (Ariane Labed) não é uma rapariga como as outras. Aos 23 anos, vive em quase total reclusão, tendo apenas por companhia o pai (Vangelis Mourikis), um arquitecto sorumbático e misantropo, e Bella (Evangelia Randou), a melhor amiga. A sua vida passa-se entre os documentários de David Attenborough sobre a vida selvagem, a música dos Suicide e Françoise Hardy e os ensinamentos de Bella sobre a vida sexual, que aprende de maneira pouco ortodoxa. Até ao dia em que chega à sua pequena cidade um desconhecido (Yorgos Lanthimos, realizador de “Canino”) que lhe mostrará outras maneiras de levar a vida…

Uma comédia negra com argumento e realização de Athina Rachel Tsangari.

Domingo, 26 de abril | 21h30

MEL
MIELE
Valeria Golino

FR/IT | 2013 | FIC | 100’| M/12

Aos 30 anos, e de um modo pouco convencional, Irene (Jasmine Trinca) dedica a sua existência aos mais fragilizados, auxiliando doentes terminais a morrerem de um modo digno e indolor. A viver em Itália, onde a eutanásia é criminalizada, viaja frequentemente para o México, de forma a obter um fármaco utilizado para abater animais doentes, e usa-o nos seus “pacientes”. Certo dia, é-lhe dado o contacto do Sr. Grimaldi, um homem que deseja morrer. Porém, depressa descobre que, afinal, ele está de perfeita saúde e que, devido a uma depressão profunda, perdeu o gosto pela vida. Decidida a mostrar-lhe o valor de estar vivo, Irene acaba por ser confrontada com a própria natureza do que está a fazer…
Primeira longa-metragem da actriz Valeria Golino, “Mel” foi seleccionado para a secção Un Certain Regard do Festival de Cannes, onde recebeu uma Menção Especial do Júri Ecuménico, e foi finalista do Prémio Lux 2013.

Bilhete Normal: €3.50
Bilhete Estudante e +65anos: € 2.50
Bilhete Associado Cineclube do Porto: €0.50

A bilheteira abre 30 minutos antes de cada sessão.

__

Organização: Gabinete do Parlamento Europeu em parceria com o Cineclube do Porto.

Anúncios