Manoel de Oliveira | 1908-2015

Ontem, a triste notícia da morte de Manoel de Oliveira, o último dos mestres!

Interrompe-se a constante e persistente vontade de filmar de um homem, mais do que um realizador, que encontrava nos seus filmes a energia que lhe dava vida.

Sobram-nos os inúmeros filmes que filmou, tantos deles que nos marcaram de forma permanente.

Vão-nos faltar, no entanto, os inúmeros projectos que efervesciam na sua mente e que perderemos para sempre.

Não morreu hoje um marco fundamental da história do cinema português, desapareceu parte do seu futuro.

O Cineclube expressa o seu pesar com o desaparecimento de um dos seus sócios mais ilustres e envia à sua família os seus mais sinceros sentimentos de pesar.

manoel-de-oliveira-cineasta-portuense

Anúncios